Navigation | Seiteninhalt | Zusätzliche Informationen

Seiteninhalt

Presse-Information

June 06, 2018

De comida rápida a comida saudável: Parte 4 do Relatório de tendência da FRUIT LOGISTICA – Download grátis

A receita para o crescimento do sector do serviço de alimentação nos próximos dez anos inclui mais ingredientes frescos e de alta qualidade, incluindo fruta e legumes.

Berlim, 6 de junho de 2018 – Numa altura em que a qualidade da fast food está rapidamente a melhorar e a procura por refeições fora de casa mantém-se intacta, o comércio da hortifruticultura poderia beneficiar consideravelmente de uma tendência consistente na direção de uma alimentação mais saudável.

Esta é a conclusão central da quarta e última parte do "Disrupção na distribuição", o pioneiro Relatório de tendência da FRUIT LOGISTICA e Oliver Wyman sobre o futuro das cadeias de fornecimento internacionais das frutas e legumes.

Enquanto as opções saudáveis no menu continuam a aumentar, os produtos frescos oferecem exatamente o tipo de valor acrescentado que os consumidores esperam atualmente encontrar ao comer em restaurantes, em movimento ou através de serviços de entrega.

"Nas últimas décadas, temos verificado uma tendência crescente em direção ao consumo fora de casa", é referido no relatório. "Cada vez mais pessoas comem em restaurantes ou em movimento. Como resultado, os custos da comida consumida em casa e da comida consumida fora de casa têm-se vindo a aproximar um do outro em vários mercados."

O relatório também conclui que o aumento da procura por ingredientes frescos e de alta qualidade é acompanhado por uma clara mudança para uma dieta que tem como foco comida mais natural e menos processada. E isto apesar do facto de que o recente aumento na variedade e qualidade da gastronomia pode abrandar na próxima década.

Tem apetite para mais? Pode ler tudo sobre as tendências na gastronomia e a sua influência nas cadeias alimentares do setor do comércio da hortifruticultura na parte 4 do Relatório de tendência "Disrupção na distribuição". Pode encontrar as quatro partes do Relatório de tendência da FRUIT LOGISTICA 2018 aqui.