Navigation | Seiteninhalt | Zusätzliche Informationen

Seiteninhalt

Presse-Information

April 03, 2018

Será o fim do conceito "Distribuidor vs. Fornecedor"? FRUIT LOGISTICA Relatório de tendências, Parte 2 – disponível para transferência gratuita

A exposição líder do comércio global de frutas continua a apresentar novas, inovadoras e valiosas análises sobre a cadeia logística a todos os envolvidos neste negócio.

Berlim, 3 de abril de 2018 – Estará a era do distribuidor vs. fornecedor a chegar ao fim? À medida que as empresas de todos os setores do negócio de produtos frescos são submetidas a uma maior pressão para proporcionarem um fornecimento mais rápido, mais flexível e mais previsível, aumenta também a importância das parcerias estratégicas entre os diferentes intervenientes.

Esta é uma das principais conclusões obtidas na Parte 2 do novo e inovador relatório de tendências Perturbação na distribuição de frutas e vegetais, publicado pela exposição líder da indústria FRUIT LOGISTICA e escrito pela consultoria de gestão Oliver Wyman.

Focada na cadeia logística em si, a Parte 2 do relatório sugere que a abordagem antagónica, tradicionalmente utilizada por alguns dos maiores supermercados na negociação com as empresas de frutas e vegetais, vai tornar-se menos frequente no futuro.

Em vez disso, a exigência do mercado por eficiência e transparência vai indicar que faz mais sentido comercial o trabalho conjunto entre fornecedores e respetivos clientes, com o propósito de alcançarem determinados objetivos partilhados que incluem:

• Diminuição dos períodos de inatividade nos processos de encomenda

• Partilha de previsões de volume e outras informações

• Redução de quebras e desperdício

O relatório prevê que, os intervenientes que realmente progredirem nestas áreas vão conseguir proporcionar maior frescura e aumentar a satisfação do cliente, garantindo fornecimento durante todo o ano – faça chuva ou faça sol – enquanto realizam as suas operações de forma financeiramente mais sustentável.

O mesmo relatório sugere, no entanto, que o cumprimento destes objetivos vai exigir um investimento em melhores ferramentas de gestão de áreas importantes como a logística e a informação, bem como uma melhor utilização dos recursos existentes e um aumento dos níveis de organização e coordenação.

Para ler mais sobre as futuras tendências do comércio de frutas e legumes, bem como sobre a forma como a cadeia logística de produtos frescos está a ser novamente moldada como resultado dessas tendências, transfira a sua cópia gratuita do Relatório de tendências de 2018 da FRUIT LOGISTICA a partir da página web oficial do evento.

As Partes 1 e 2 do Relatório de tendências de 2018 da FRUIT LOGISTICA estão disponíveis aqui.

Serão publicados, nos próximos meses, capítulos adicionais na página web da FRUIT LOGISTICA.